Quanto vale meu carro?

Quanto vale meu carro?

Diante de um mercado que oscila absurdamente o valor de compra e venda de veículos seminovos e usados, e de uma alta absurda nos preços de carros novos no Brasil, o grande questionamento de proprietários de veículos tem sido sobre o preço real agregado. Afinal, quanto vale meu carro?

Parece que a tabela FIPE de certa forma “valorizou” o preço de tabela dos carros, porém, se compararmos a alta exorbitante nos preços de carros novos, a conta não fica justa, e a troca nem sempre vale a pena, principalmente se você pensa em um carro 0KM, a conta de troca pode ficar alta.

Então se você está pensando em trocar de carro, esse pode ser sim o momento, afinal de contas, seu usado pode ser valorizado no mercado se você optar por um seminovo, por exemplo. Nesse caso a dica é pesquisar para realizar boas trocas e boas avaliações.

Saber o quanto vale seu carro, pode ser mais do que pesquisar apenas a tabela FIPE. Geralmente, a Tabela Fipe expressa preços médios de veículos anunciados pelos vendedores, no mercado nacional, servindo apenas como um parâmetro para negociações ou avaliações. Os preços efetivamente praticados variam em função da região, conservação, cor, acessórios ou qualquer outro fator que possa influenciar as condições de oferta e procura por um veículo específico.

Para você saber ao certo quanto vale seu carro, nós pesquisamos algumas dicas que podem te ajudar na valorização do seu veículo.

  • Estado de conservação do veículo

Um carro bem conservado interna e externamente pode melhorar a avaliação de lojas. Faça questão de destacar isso durante a avaliação do seu veículo.

  • Cor e pintura

As cores do carro podem influenciar no preço final. Em geral o prata, preto e branco

sempre lideraram a preferência dos compradores e tendem a desvalorizar menos com o tempo, o que garante um valor de revenda mais alto para veículos dessas cores. Manter um bom estado de conservação da pintura também é um item que pode melhorar sua avaliação.

  • Quilometragem

A baixa quilometragem é uma das cartas na manga que você pode ter para usar na     compra ou troca do seu carro. As lojas e concessionárias tendem a valorizar mais carros menos rodados porque eles atraem mais novos compradores.

  • Opcionais de fábrica

A tabela Fipe normalmente sugere preços de carros com parâmetro de mercado sem levar em conta opcionais que podem ter sido colocados posteriormente. Então, tenha isso em mente e pense em itens que podem melhorar sua avaliação.

  • Histórico de manutenção

Você fez suas manutenções em dia? Isso conta muito na hora de vender seu carro. Se elas foram feitas em fábrica e ainda mantêm a garantia do veículo, melhor ainda.

Na Tony Veículos garantimos a melhor avaliação do seu veículo, e estamos atentos em detalhes que possam valorizar os carros de nossos clientes. Procure nossa equipe de avaliadores e garanta o melhor negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *